Começa dia 8 de maio às 08h30 o Caparica Pro

É já no próximo sábado, dia 8 de maio pelas 08h30, em São João da Caparica, Almada que tem início o Campeonato Nacional de Bodysurf Open e Júnior de 2021. Este ano o campeonato regressa com cinco etapas, duas categorias e muita expetativa.


Com vários pretendentes ao título, o grande ausente será o atual campeão nacional Open, Rodrigo Carrajola que se encontra em recuperação. Presentes estão Miguel Rocha tricampeão nacional e Jaime Bonito campeão nacional Júnior e que em 2021 corre apenas o campeonato Open.


O outro destaque será o Campeonato Junior que pela primeira vez excedeu o número de inscritos, com o destaque para um contingente grande da Aquacarca e ainda António Pereira Coutinho que é o wildcard destacado pela Associação de Surf da Costa da Caparica, clube local para a prova Junior.


Para a organização “o regresso a São João da Caparica é sempre uma alegria recordando que foi justamente nesta praia que em 2014 se deu o primeiro Campeonato de Bodysurf em Portugal. Para além disso os fundos em São João da Caparica têm estado bons e apesar da previsão não ser a mais favorável esperamos encontrar boas ondas e sobretudo boas prestações dos atletas”, refere António Pedro da Associação Surf Social Wave.


O Calendário e Locais para 2021:


1ª Etapa – Costa da Caparica – 8 de maio

2ª Etapa – Vagueira - 5 ou 6 de junho

3ª Etapa – TBD - 24 ou 25 de julho

4ª Etapa – Stª Cruz - 14 ou 15 de agosto

5ª Etapa – Cascais - 11 ou 12 de setembro


A prova tem a duração de um dia, no entanto são marcadas com uma janela de espera de dois dias, sendo decidido o dia de prova na quarta-feira anterior de modo a garantir as melhores condições para os atletas.


As inscrições estão abertas em www.bodysurfportugal.com



Este campeonato só é possível com o apoio da Câmara Municipal de Almada, do Leblon, da Câmara Municipal de Cascais, da Aqua Carca, da Câmara Municipal de Torres Vedras, da Sealand, da Manel Sport, da Câmara Municipal de Vagos, da Associação de Surfistas de Vagos, do Mare e da UCA, da Espumantaria, do restaurante Peixola, do Ferroviário, da Gwiker, da Portugal Rent, da Surfrider Foundation Europe Lisboa, dos parceiros de media MEO Beachcam , Sport TV, da Federação Portuguesa de Surf e da Associação Surf Social Wave que assume a organização deste campeonato mas sobretudo dos bodysurfers que são o maior incentivo para levar este campeonato mais longe.




A Associação Surf Social Wave é uma associação sem fins lucrativos de caracter social, que atua na área do surf, contribuindo através da prática deste desporto e de todas as valias que o mesmo traz, quer do ponto de vista da capacitação física, quer do ponto de vista da aquisição de competências, para a melhoria de vida de três segmentos da sociedade em situação de exclusão social ou em risco de exclusão. Este é um projeto estruturante e estruturado, que está alavancado nos principais parceiros do surf em Portugal e conta com parceiros institucionais.


Logo BSP 2021 (9).png
Posts Recentes
Arquivo
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Instagram Social Icon