Rodrigo Carrajola Vence na Vagueira

Terminou ao princípio da tarde a 3ª etapa do Campeonato Nacional de Bodysurf, na praia da Vagueira, em Vagos tendo Rodrigo Carrajola reclamado o título da etapa no Open e Tiago Mesquita no júnior.



Esta etapa marcada por poucas ondas, fez ressair uma característica única neste desporto de ondas que foi a capacidade dos atletas enfrentarem condições adversas e perceberem que na sua essência a competição faz sobressair o melhor entre todos quaisquer que sejam as condições.


O dia começou pelas 09h15 com nevoeiro e uma chuva ligeira com ondas a rondar o meio metro e uma ligeira brisa. A bancada de areia da praia da Vagueira, no lado sul do Casablanca apresentou-se consistente ao longo do dia, permitindo aos atletas explorarem ao máximo as ondas que apareciam. Logo na primeira bateria do dia João Moço, finalista da ultima etapa começou com um score de 14.50 num total de 20, mostrando que havia espaço para explorar as ondas.


Mas hoje foi mesmo o dia de Rodrigo Carrajola que foi mantendo a sua consistência ao longo da prova tendo conseguido na sua bateria dos quartos de final um score total de 15 pontos.

Diogo Areias foi outro destaque do dia. O atleta do Vagos Sport Clube começou o dia com uma bateria com um score total de 14.50 e foi vencendo todas as baterias até à final.

Jaime Bonito e Miguel Rocha fecharam os finalistas desta etapa, tendo o local Miguel Rocha feito a melhor onda do campeonato de 9 pontos, num total de 10.


A final Open foi recheada de reviravoltas, tendo todos os atletas estado em primeiro, mas foi Carrajola com uma onda decisiva já no fim da bateria que destronou Diogo Areias para vencer esta etapa da Vagueira e relançar a corrida pelo título de campeão nacional de 2022.



A final júnior teve dois destaques a presença da Miriam Julião atleta de surf da Associação de Surfistas de Vagos e wildcard da prova que mostrou conhecimento do mar a capacidade de adaptação ao Bodysurf, tendo ficado no terceiro lugar.



O grande destaque foi sem dúvida nenhuma Tiago Mesquita, local da Vagueira que teve uma final exemplar contra o seu principal rival em 2022, Guilherme Santos. Foi um Tiago Mesquita notoriamente satisfeito e feliz que veio ao pódio receber o prémio do seu mentor e herói local Miguel “Migas” Rocha.

Carlos Guimarães teve hoje um dia menos inspirado quer na prova open, onde também participa, quer na prova júnior onde não se encontrou com as ondas.





Para o Presidente da Câmara Municipal de Vagos, Silvério Regalado “Vagueira é sinónimo de Bodysurf em Portugal. Existindo a vontade que, depois de oito anos, a comunidade de Bodysurf regresse todos os anos à Vagueira. “


A próxima etapa está já marcada para o dia 23 ou 24 de julho em Santa Cruz, Torres Vedras, durante o Festival de Ondas, Ocean Spirit.


Resultados:

Open

1º Rodrigo Carrajola

2º Diogo Areias

3º Jaime Bonito

4º Miguel “Migas” Rocha

Junior


1º Tiago Mesquita

2º Guilherme “Gui” Santos

3º Miriam Julião

4ª Carlos Guimarães



O Calendário e Locais para 2022:


1ª Etapa - CAPARICA – 7 de maio

2ª Etapa – Praia da Areia Branca- Foz -LOURINHÃ - 19 de junho

3ª Etapa - VAGOS - 10 de julho

4ª Etapa - OCEAN SPIRIT – 23 e 24 julho

5ª Etapa - CASCAIS - 1 ou 2 de outubro



A prova tem a duração de um dia, no entanto são marcadas com uma janela de espera de dois dias, sendo decidido o dia de prova na quarta-feira anterior de modo a garantir as melhores condições para os atletas.



As inscrições estão abertas em www.bodysurfportugal.com






Este campeonato só é possível com o apoio da Câmara Municipal de Almada, do Leblon, da Capitania do Porto de Lisboa, da Camara Municipal da Lourinhã ,do Praia Surf Clube, da Câmara Municipal de Cascais, da Aqua Carca, da Câmara Municipal de Torres Vedras, da Sealand, da Câmara Municipal de Vagos, da Associação de Surfistas de Vagos, do Mare, da Salty e da AHUA, da UCA, da Portugal Natural, da NIXON, da Espumantaria, do restaurante Peixola, do Ferroviário, da Portugal Rent, da Surfrider Foundation Europe Lisboa, dos parceiros

de media MEO Beachcam, da Federação Portuguesa de Surf e da Associação Surf Social Wave que assume a organização deste campeonato, mas sobretudo dos bodysurfers que são o maior incentivo para levar este campeonato mais longe.

Logo BSP 2021 (9).png
Posts Recentes
Arquivo
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Instagram Social Icon